Contador Smart

A Aposentadoria Especial foi a que mais sofreu com a Reforma da Previdência.
As regras da Aposentadoria Especial ficaram assim:

Para a atividade especial de menor risco

  • 25 anos de atividade especial.
  • 60 anos de idade.

Para a atividade especial de médio risco

  • 20 anos de atividade especial
  • 58 anos de idade.

Para a atividade especial de maior risco

  • 15 anos de atividade especial
  • 55 anos de idade.

Isso significa que a maior parte dos trabalhadores de atividade especial vão ter que esperar mais 10 ou 15 anos para se aposentar.

Encontramos  hoje aos 47 anos a média de idade de quem consegue uma aposentadoria especial, com atividade de menor risco.

Alguém que já trabalhou 25 anos com atividades insalubres agora pode precisar de mais 10 ou 15 anos para conseguir uma aposentadoria especial.

Algo praticamente insustentável para trabalhos insalubres e periculosos.

Como ficam as atividades periculosas

As atividades periculosas quase deixaram de ser consideradas como atividade especial. Mas no final do segundo tempo, essa mudança ficou de fora da Reforma.

Atenção: a periculosidade continua valendo como atividade especial.

O que ficou decidido é que ainda vão regulamentar o que vai ser considerado atividade periculosa.

Agora temos que aguardar esta regulamentação para saber se alguma classe vai ser prejudicada.

A conversão de tempo especial para tempo comum

Outra triste notícia: não será mais possível fazer a conversão de atividade especial trabalhada após a reforma para aposentadoria de tempo de contribuição.

Significa que todo o período de atividade especial após a reforma ou é usado para conseguir uma aposentadoria especial ou não vai fazer diferença alguma para antecipar ou melhorar o valor de outras aposentadorias.

Isso vai afetar quem não aguentou continuar da atividade especial, ficou desempregado ou precisou trocar de profissão.

Importante dizer que isso é válido para as atividades especiais exercidas após a divulgação da Reforma.

Para os períodos de trabalho especial antes da reforma, você tem direito adquirido e pode fazer a conversão do período que você trabalhou antes da reforma entrar em vigor.



Deixe uma resposta

Como posso ajudar?